Google+ Google+

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Testei: Sombras Fenzza

E aí pessoal, beleza?

Esses dias minha querida estagiária (beijos, Gi!) chegou com um gloss e uma sombra da marca Fenzza e me deu para testar...

Como eu não conhecia a marca, resolvi pesquisar um pouco e, claro, testar os dois produtinhos.


Descobri que a Fenzza é uma marca nova, nacional e que tem como objetivo oferecer bons produtos com excelentes preços.

E posso garantir: a marca cumpre o que promete!!!

Gostei tanto dos dois produtos que ganhei que acabei comprando outras sombras... rsrs


Comprei as sombras em embalagens individuais, mas a marca também tem duos e trios, além de paletas lindas e super completas.

Estou completamente apaixonada pelas paletas e elas com certeza já estão na minha lista de desejos!!!



As sombras têm uma qualidade incrível, são ultra pigmentadas e duram o dia inteiro nos olhos.

No dia que testei a sombra que ganhei (cor 09 - dourada), fiz o make às 06:30 e a sombra estava intacta mesmo depois de me exercitar à noite!!!

E não usei primer!

Ela também é bem fácil de remover (não mancha a pele) e não me deu nenhum tipo de alergia.

Querem ver os swatches das que eu comprei?


Amei as cores e o tutorial da semana vai ser com elas, o que acham?


Paguei R$ 1,00 em cada sombra e elas estão sendo vendidas em lojas tipo 1,99, além de lojas de bijuterias e na internet... e também na Americanas (por um precinho um pouco mais caro, ok?).

E vocês, já conheciam a marca?

Perversa Viagem: Alugando um carro

E aí pessoal, beleza?

Vamos continuar nossos preparativos para a viagem? rsrs

Depois de decidir a cidade, comprar a passagem aérea e reservar o hotel, agora chega o momento de decidir como vamos nos locomover na cidade escolhida, certo?

Dependendo da cidade, um carro se torna uma opção indispensável.

Em Miami, Orlando e Washington, ter um carro é importantíssimo e facilita bastante a viagem.

Já em cidades como NY, um carro é totalmente dispensável, já que a cidade é razoavelmente compacta e o sistema de transporte público funciona super bem.

Como eu havia combinado com vocês, a primeira parte dessa série de posts sobre dicas de viagem é sobre Orlando.

E Orlando é a cidade ideal para se alugar um carro e se divertir dirigindo por lá!! rsrs


Antes de decidirmos pela empresa, o ideal é decidirmos o tipo de carro que queremos alugar.

Isso vai depender do número de pessoas que estarão viajando com você, o número de malas e se você prefere um carro menor e mais econômico ou um mais luxuoso, por exemplo.

Em geral, os carros costumam ser divididos em categorias, como as abaixo:


Na maioria das vezes, você escolhe apenas a categoria do carro e não um modelo específico, ok?

Já no caso dos carros esportivos e de luxo é possível escolher o modelo... claro que só vale a pena pagar o alto preço se for um sonho dirigir um carro específico...rsrs

Nas demais locações, você escolhe a categoria e fica sabendo o modelo só no momento da retirada.



São inúmeras as empresas de alugueis de veículos nos EUA, então, depois de decidir a categoria do veículo que queremos, vem a parte chata: pesquisar os preços.

As locadoras estão sempre mudando os preços e fazendo promoções... pesquisar os preços não é nada fácil!

Outras vezes é possível conseguir um bom desconto pagando a locação ainda no Brasil, de forma antecipada e com desconto (e ainda evitar o terrível IOF).

Em alguns casos também é possível conseguir ótimos descontos pagando com um cartão de crédito específico. A Hertz, por exemplo, dá desconto quando o pagamento é feito com o American Express.

Então, o principal é realmente pesquisar muito...

Ah, e preencher um cadastro em cada uma para receber emails com as promoções também ajuda bastante.

Eu já aluguei com 3 empresas: Sixt, Alamo e Hertz e não tive grandes problemas com nenhuma delas...


Mas, para ajudar vocês, vou compartilhar algumas coisas que aprendi com essas viagens:

Para dirigir nos EUA (na maioria dos Estados) basta a carteira de habilitação brasileira válida e o passaporte... então, nada de esquecer a habilitação em casa...rsrs

Você não é obrigado a contratar nenhum seguro.

Quando o aluguel do carro é pago com cartão de crédito, em geral a empresa do cartão (Visa, Master, American Express... em regra nas versões Platinum ou Black/Infinite) já oferece um seguro sem que você tenha que pagar por isso.

Mas fique atento: o único seguro que os cartões oferecem é o LDW - Proteção por Danos ou Perdas (também conhecido como CDW).

Esse é o seguro do carro... se você sofrer algum acidente, é esse seguro que cobre os danos ao veículo (só um detalhe: esse seguro só cobre o veículo alugado... então, se seu carro atingir outro carro, os danos no outro veículo não estão cobertos, ok?).


Em minha opinião, mais dois seguros são indispensáveis: 

O LIS - Suplemento do Seguro de Responsabilidade a Terceiros é o seguro que oferece proteção contra lesões corporais e danos a propriedades de terceiros.

Então, esse seguro é que cobre os danos causados pelo veículo alugado a um outro veículo.

Também é chamado de EP, SLI e ALI.

E eu também sempre contrato o Roadside Service.  Como eu e meu marido sempre visitamos várias cidades durante a viagem, estamos sempre andando por rodovias.  Esse seguro é legal porque se o carro sofrer uma pane, der algum problema ou o pneu furar, por exemplo, você liga para eles e eles te trazem um carro novo e você nem tem que perder tempo esperando consertar o carro que deu problema.

Esse seguro você não consegue pagar antecipadamente (do Brasil) na maioria das locadoras.  Então, tem que pedir ele no momento da retirada do carro e o valor vem cobrado depois no cartão de crédito.

Mesmo pagando antecipadamente, a empresa vai exigir um número de cartão de crédito no momento da retirada do veículo.  É nesse cartão que vai ser cobrado os pedágios e alguns outros seguros ainda não pagos.

Ah, ele tem que ter saldo suficiente para eles fazerem a pré-autorização.

Se você fizer o pagamento adiantado, não deixe de levar o Voucher que a empresa manda para seu email, para entregar ao atendente no momento da retirada do veículo.  Assim não existe perigo da locação ser cobrada em seu cartão de crédito novamente.



Outra coisa que sempre vale a pena contratar com a locadora é o  Express Toll Service ou Plate Pass, o sistema de pagamento de pedágios automáticos (tipo o nosso Sem Parar).

Isso facilita bastante, já que você ganha tempo e não precisa se preocupar com ter dinheiro trocado (em algumas cancelas, o pedágio não tem atendente e não dá troco).

Do mesmo modo que no Brasil, a locadora vai te cobrar uma taxa administrativa pelo tempo que você ficou com o veículo e mais o valor dos pedágios que você utilizar.

Cada locadora tem uma regra (e um valor) para essa taxa administrativa, então é bom pesquisar ao escolher a locadora.

Na Hertz, por exemplo, é cobrado US$ 4,95 para cada dia da locação, incluindo os dias em que PlatePass não é utilizado, até um máximo de US$24,75 por mês mais o valor dos pedágios.

Quando você aluga o veículo na Florida (Orlando/Miami) e contrata o serviço, não é necessário nenhum aparelho... você passa nas faixas denominadas SUNPASS ou E Pass e o sistema cobra com base na placa do veículo.

Já em NY e Washington, por exemplo, é necessário um aparelho que é fixado no para-brisa.

Então, não deixem de dar uma olhada nas informações da locadora ou de perguntar ao atendente, ok?


Bom, são essas as principais informações que você precisam saber ao alugar um veículo.

Mas se vocês tiverem alguma dúvida específica, deixem nos comentários que eu respondo...

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

O que tem no meu Nook??

E aí pessoal, beleza?

Apesar de sempre ter muita coisa para fazer no pouco tempo livre que tenho, ando conseguindo arrumar um tempinho para ler e resolvi mostrar para vocês os últimos livros que li.

Por incrível que pareça, todos eles são livros de romance!

Então, se vocês curtem esse estilo, acho que vão se divertir com esses...

O primeiro não é um livro, é uma coleção:

"Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia.Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem."

A Maldição do Tigre é o primeiro livro da série e mostra um mundo mágico, cheio de personagens incríveis, lugares exóticos e muitos mitos hindus.

Posso garantir que vocês vão se apaixonar pela história (e pelo príncipe de olhos azuis, claro!!rsrs).

Ah, também é bem interessante a história por trás dos livros: os dois primeiros livros foram publicados pela própria autora em formato digital. Com o sucesso de vendas, um agente se interessou e a série acabou sendo publicada por uma editora.

E o primeiro livro já teve seus direitos de adaptação cinematográfica vendidos para a Paramount!


Outro livro que li ultimamente e que gostei muito foi esse:

"Aos 91 anos, com problemas de saúde e sozinho no mundo, Ira Levinson sofre um terrível acidente de carro. Enquanto luta para se manter consciente, a imagem de Ruth, sua amada esposa que morreu há nove anos, surge diante dele.Mesmo sabendo que é impossível que ela esteja ali, Ira se agarra a isso e relembra diversos momentos de sua longa vida em comum: o dia em que se conheceram, o casamento, o amor dela pela arte, os dias sombrios da Segunda Guerra Mundial e seus efeitos sobre eles e suas famílias. Perto dali, Sophia Danko, uma jovem estudante de história da arte, acompanha a melhor amiga a um rodeio. Lá, é assediada pelo ex-namorado e acaba sendo salva por Luke Collins, o caubói que acabou de vencer a competição.Ele e Sophia começam a conversar e logo percebem como é fácil estarem juntos. Luke é completamente diferente dos rapazes privilegiados da faculdade. Ele não mede esforços para ajudar a mãe e salvar a fazenda da família. Aos poucos, Sophia começa a descobrir um novo mundo e percebe que Luke talvez tenha o poder de reescrever o futuro que ela havia planejado. Isso se o terrível segredo que ele guarda não puser tudo a perder."

Para ser sincera, eu não sou fã de Nicholas Sparks e acabei nem conseguindo ler alguns dos livros dele (achei alguns chatos e larguei muitos pela metade...rsrs).

Mas, apesar de ter começado esse sem muitas expectativas, acabei achando a história bem interessante.

O legal é que o autor vai levando duas histórias de amor ao mesmo tempo e elas acabam se cruzando no final, de forma bem inesperada.

É um livro bom (mas nada espetacular, ok?) e é ótimo para ler naqueles momentos de preguiça...rsrs

Ah, o livro já está sendo adaptado para o cinema e tem estreia marcada para abril de 2015.


E o último foi indicação de uma amiga:

"Samantha Sweet é uma advogada workaholic, que não tem tempo para família e amigos. Relacionamentos? Apenas os profissionais, obrigada! É assim até o dia e que dá a maior mancada corporativa da sua vida. Desesperada, vai dar uma volta e pára em frente a uma mansão deslumbrante. Após ser confundida com a empregada doméstica, a advogada se vê às voltas com máquinas de lavar roupas, ferros de passar e panelas."

O livro é da mesma autora de Os Delírios de Consumo de Becky Bloom e é bem no mesmo estilo: mocinha desmiolada e cheia de problemas, romance e muitas cenas engraçadas...rsrs

Mas é um livro divertido, daqueles que dá pra ler em uma tarde de domingo sem grandes preocupações!

A Universal acabou comprando os direitos do livro e o projeto de adaptação para o cinema já está em andamento.

Mas não encontrei mais nenhum dado sobre o suposto filme.


E vocês, o que têm lido ultimamente?  Se tiverem indicações de livros divertidos, por favor, deixem nos comentários, ok?

Unha da Semana

E aí pessoal, beleza?

Você já ouviram falara em Marble Nails?

Marble Nails ou Unhas Marmorizadas é uma técnica de nail art em que você pinga o esmalte na água e faz alguns desenhos usando um palitinho de unhas.  Aí, coloca o dedo na água e o desenho "gruda" na unha.

Eu já tinha visto algumas meninas fazendo em vídeos no YouTube mais ainda não tinha tentado fazer... então, resolvi tentar nesse final de semana...


Passei duas camadas de um esmalte branquinho transparente, esse da Essie.

Usei o Pétala Branca, da Colorama, e o Musa, da Avon, para fazer o desenho.

Como não queria todas as unhas iguais, fiz o Marble Nails somente em duas e nas demais fiz apenas a pontinha rosa.




Ao invés de gravar um tutorial mostrando como fazer, vou dar o crédito para a Leila e colocar aqui o tutorial dela, já que me inspirei nele para fazer as unhas da semana:


Resolvi usar a dela apenas como inspiração, já que não queria todas as unhas com desenhos iguais, mas vocês podem tentar fazer exatamente como ela, se quiserem o desenho bem igualzinho, ok?

Ah, aproveitando, vou deixar duas dicas:
- Usar um copo ou potinho mais fundo, redondo e com a boca pequena facilita bastante o trabalho.
- Nem todos os esmaltes "abrem"... alguns esmaltes, quando colocados na água, ficam em formato de gotinha e não deixam formar o desenho... outros simplesmente afundam na água e também não servem para fazer o desenho. Eu tentei com dois da Essie primeiro, já que queria o desenho em tons de verde e azul, mas nenhum dos dois serviu para fazer esse tipo de nail art.  Então, só testando para saber!

Querem ver mais algumas fotos de marble nails?


Gostaram das unhas marmorizadas?

Perversa Beleza - Comprinhas

E aí pessoal, beleza?

Eu sempre mostro para vocês os produtos que estão na minha listinha de desejos, certo?

Alguns são só desejo mesmo, ou porque eu já tenho produtos do mesmo "tipo" ou porque são produtos caros e mais desnecessários...

Mas alguns fazem parte da minha listinha real e, quando surge a oportunidade, acabo comprando.

Bom, dois dos produtos que apareceram recentemente no blog acabaram de chegar aqui em casa!

Há algum tempo encomendei eles com uma amiga, mas só agora consegui pegá-los e hoje vou mostrar para vocês quais são:


O perfume é o Killer Queen da Katy Perry, na versão Oh So Sheer.

Ele já mereceu um post completinho (se você perdeu, clique aqui).

A versão Oh So Sheer é uma versão para ser usada durante o dia.

O cheiro é delicioso, mas não é muito suave não... ele me lembra um noite quente de verão... bem sexy!

A embalagem é mesmo linda, muito fofa!

Ah, realmente comprei sem conhecer o cheiro...rsrs... ainda bem que amei! (e ela não achou a versão menor e acabou trazendo a de 100ml... muito bom!!!).


O batom é o Relentlessly Red da Mac.

Ele faz parte da coleção Retro Matte (a coleção é toda de batons com textura mate, a mesma do Russian Red e Riri Woo).


O bom dessa coleção é que o batom tem uma textura aveludada e bem sequinha e dura muito nos lábios.

Eu falei que ainda tinha um batom da Mac na minha lista (nesse post aqui)... não sei se vocês adivinharam que era ele.

O Relentlessly Red é um cor indefinida e foi exatamente por isso que ele apareceu na minha listinha de desejos... ele é uma mistura de pink com vermelho, meio cereja e com um fundo mais neon...rsrs...



Já o Silicon Mix é uma máscara de cabelos que, apesar de ainda não ter aparecido aqui no blog, também já estava na minha lista há um tempo.

Depois de ver várias resenhas positivas sobre o produto, acabei resolvendo experimentar.

Depois vai ter resenha de todos os produtos, ok?  Não percam!!!

Qual deles vocês querem ver aqui no blog primeiro?

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Como Usar: Jelly Bag

E aí pessoal, beleza?

Uma cunhada minha me perguntou há um tempo se eu já tinha ouvido falar em Jelly Bag (ou Candy Bag).

Eu pensei logo em bolsas feitas do mesmo material das sandálias e sapatilhas Melissa e ela confirmou.

Então, eu achei que ela estava falando de bolsas/sacolas de praia.

Mas não era isso: Jelly Bag são mesmo bolsas normais, para usar no dia a dia, e até carteiras e clutchs mais chiques, mas todas feitas de um PVC molinho, parecido mesmo com o usado pela Melissa.


As bolsas desse material acabaram ficando conhecidas lá fora quando a marca italiana Furla lançou modelos super coloridos desse material e as bolsas cairam no gosto de blogueiras famosas como a Chiara, do blog The Blond Salad.


São diversos modelos, alguns transparentes, outros bem coloridos e de vários formatos!

Querem ver alguns?







Pesquisando esse tipo de bolsa no Pinterest, é possível achar muitas fotos legais dos modelos vendidos atualmente e ainda diversas opções de como usar a bolsa, vejam:






Fiquei doida nesses modelos transparentes (como esse lilás com verde), mas acho que no dia a dia não seria tão prático quanto as bolsas coloridas, já que dá para ver tudo o que tem dentro, não é? 

Eu ainda não tenho visto esse tipo de bolsa por aqui, mas é possível encontrar alguns modelos no Aliexpress e até no Mercado Livre.

O que acharam das bolsas?

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

É tudo igual?

E aí pessoal, beleza?

Já faz um tempinho que comprei uma máscara de cílios do Aliexpress para testar.

Eu sou "a louca" das máscaras de cílios e tenho uma coleção enorme...rsrs...

Como as que mais uso são as da Maybelline e vi algumas para vender no Aliexpress (réplicas, presumo...rsrs), resolvi comprar uma para testar.

A que eu mais gosto é a The Colossal Volum' Express.  Então, pedi a réplica dela para experimentar e contar para vocês minha opinião.

O vendedor acabou me mandando outra: a The Magnum Volum' Express.

Ao invés de fazer simplesmente a resenha da máscara, vou compará-la com uma original, ok?


Como eu não tenho a Magnum original, resolvi compará-la com a The Falsies, porque os pinceis são bem parecidos.


A embalagem da máscara do Aliexpress é super bem feita e o pincel é idêntico ao da The Falsies.

Quanto ao produto em si, a máscara do Aliexpress é bem pretinha, adere bem aos fios e não vi diferença entre ela e a outra quanto a dar volume aos cílios... as duas são ótimas.

A única coisa diferente que percebi foi na hora de retirar a máscara: a The Falsies sai com água (a minha não é à prova d'água) e, em contato com água, escorre como um líquido mais escuro.

Já a do Aliexpress, quando molha, vira uma "gosminha" e sai passando a mão.

Mas nada que atrapalhe ou incomode. 


Usei as duas no tutorial da semana passada.  Então, se você perdeu o tutorial, não deixe de dar uma olhada nos arquivos do blog, no lado direito da tela.

De qualquer forma, segue a foto do tutorial, para vocês terem uma ideia das duas em ação:


Só lembrando que eu não tenho alergias, então não notei nada diferente entre as duas.

Eu paguei U$ 8,00 na original (comprei em uma farmácia americana) e U$ 1,32 na do Aliexpress.

E se você perdeu o vídeo do unboxing, segue:



E vocês, já compraram produtos de make no Aliexpress?  Gostaram?

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Nova Série: Murder in the First

E aí pessoal, beleza?

Hoje eu vou mostrar para vocês uma das estreias do canal TNT para essa temporada: 


Murder in the First segue os detetives de homicídios Terry English (Taye Diggs) e Hildy Mulligan (Kathleen Robertson), na investigação de dois assassinatos.

A princípio, os crimes não guardam relação entre si. 


Mas o mistério se aprofunda quando eles descobrem que ambos os casos têm um denominador comum: Erich Blunt, um prodígio em ascensão no Vale do Silício, CEO de uma importante companhia tecnológica (Tom Felton, de Harry Potter).


Os crimes não podiam vir à tona em pior hora, já que Blunt está pronto para liberar as ações para a venda pública e sofre com um processo de roubo de um revolucionário sistema de holografia.

Enquanto investiga o caso, o detetive English ainda precisa lidar com o sofrimento de perda da esposa, que sofre de uma doença terminal. Ao mesmo tempo, Hildy enfrenta as dificuldades da vida como mãe solteira.


A série estreou com um total de 4,9 milhões de espectadores em sua primeira noite de exibição, o que faz de Murder in the First o programa estreante de maior audiência do ano entre as emissoras de TV por assinatura nos Estados Unidos.

A série está na primeira temporada (começou a ser transmitida em junho na TV americana) e já foi renovada para a segunda temporada.

Eu só assisti ao primeiro episódio e estou guardando os outros para uma tarde divertida no sofá, mas ela parece bem legal.

Ah, ela ainda não está sendo transmitida no Brasil... então, para assistir é preciso baixar os episódios ou assistir online, ok?

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Sorteio!!! Resultado

E aí pessoal, beleza?

Como está a semana de vocês?

Que tal alegrarmos um pouco o dia de uma de vocês com o resultado do sorteio daquele mocassim azul lindíssimo?


Como eu avisei antes, a vencedora/vencedor ia ser escolhido aleatoriamente pelo meu marido, para não ter nenhum "favoritismo", ok? rsrs

Mas vamos parar de enrolação e descobrir a vencedora?

Quem ganhou o mocassim foi.... Larissa Santos!!!

Larissa, por favor, envie seu endereço completo (incluindo CEP) para o email do blog: perversabeleza@gmail.com


Lembrando que já já teremos novos sorteios... então, não deixem de passar sempre no blog!

Novidades: Arroz de Saquinho (com macarrão!!!)


E aí pessoal, beleza?

A Knorr nos Estados Unidos tem uma linha chamada Cajun Sides, uma linha de arroz de saquinho (daqueles que é só colocar na panela com um pouquinho de água e fica pronto em poucos minutos).

Essa linha aposta nos sabores Cajun para dar um toque ao arroz.

Cajun é o termo usado para definir a culinária da Luisiana, um estado do sul dos Estados Unidos.

É uma culinária que usa bastante tempero, como sal, páprica, alho, cebola, pimenta caiene e tomilho.

A linha conta com 3 sabores: Garlic Butter Rice, Dirty Rice e Red Beans and Rice.


Eu comprei esse aqui para experimentar:


O mais interessante é que não é só arroz e tempero: é arroz, macarrão e temperos.

Sim, macarrão!!!

Aí que fiquei mais curiosa mesmo.  Dá pra ver aí na foto do saquinho os pedacinhos de macarrão.  O macarrão é spaghetti e é cortado em pedacinhos pequenos, quase do tamanho do grão de arroz.


Esse que eu comprei traz arroz e macarrão temperados com alho, cebola, pimentão e outros temperos Cajun.


Depois de pronto ele fica quase como um risoto e não tão soltinho como um arroz normal.

Fica pronto bem rapidinho e é realmente muito gostoso.

Mas um saquinho é pouco, então vale fazer à noite, como um lanche, ou como acompanhamento para alguma carne e salada.

E vocês, quando viajam gostam de passear nos supermercados e comprar coisas diferentes?